Menu
Busca Ter, 07 de abril de 2020
(67) 9.9928-2002
Política

Maia defende respeito às instituições e à ordem democrática

"Somos nós, autoridades, que temos de dar o exemplo de respeito às instituições e à ordem constitucional", disse o presidente da Câmara

26 fevereiro 2020 - 17h30Por Plantão de notícias

presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu hoje o respeito às instituições e à ordem democrática e afirmou que criar tensão institucional não ajuda o País a evoluir. Maia referia-se ao vídeo divulgado pela imprensa, que teria sido repassado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, convocando manifestações para o dia 15 de março em defesa do governo. Apoiadores de Bolsonaro marcaram protestos contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal.

“Criar tensão institucional não ajuda o País a evoluir. Somos nós, autoridades, que temos de dar o exemplo de respeito às instituições e à ordem constitucional. O Brasil precisa de paz e responsabilidade para progredir”, postou Rodrigo Maia em suas redes sociais.

Maia defendeu ainda o diálogo para unir o País. “Só a democracia é capaz de absorver sem violência as diferenças da sociedade e unir a Nação pelo diálogo. Acima de tudo e de todos está o respeito às instituições democráticas”, disse o presidente.

 

Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição - Natalia Doederlein

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Judiciário
Deputado Federal Nelson Meurer vai continuar preso, segundo STF.
Política
Presidente da República ameaça demitir o Ministro da Saúde. Por quê será?
Política
Mandeta pode ser demitido hoje.
FUTEBOL
Médico de time francês se mata após confirmar coronavírus
Política
Até sexta-feira Mandeta poderá ser demitido.
Campo Grande
Prefeito Marcos Trad usa a Covid 19 para se aparecer, assim faz prova da proibida campanha eleitoral de 2020 e improbidade administrativa, disse uma fonte que pediu sigilo.
Economia
Covid-19: CMN cria linha de crédito com verba de fundo constitucional
Política
Presidente não deixe que te façam a "Rainha da Inglaterra", disse apoiador de Bolsonaro.
Política
Alguns ministros viraram estrela, mas a hora deles vai chegar, diz Bolsonaro
Saúde
O pico do Coronavirus será entre 25 a 30 de abril.