Menu
Busca Qua, 22 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Política

Mandeta como Ministro da Saúde é o maior adversário do Presidente da República, Bolsonaro

Bolsonaro não gostou da entrevista de Mandetta, mas vai segurar demissão

14 abril 2020 - 12h00Por Plantão de Notícias

O presidente Jair Bolsonaro não gostou da entrevista concedida pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ao programa Fantástico, da TV Globo no domingo 12, mas procurou minimizar o episódio e não deve dar uma resposta imediata ao auxiliar.

Na entrevista, Mandetta, que vem correndo sério risco de demissão desde a semana passada, voltou a confrontar Bolsonaro ao dizer que a população não sabe se acredita no ministro ou no presidente em relação à necessidade de se respeitar o isolamento social no combate ao coronavírus, já que os dois têm posições distintas – o ministro defende a adoção da medida, enquanto o seu chefe critica.

Ninguém estava sabendo que Mandetta concederia a entrevista à TV Globo, emissora que Bolsonaro considera adversária do seu governo. Apuração feita pelo Palácio do Planalto constatou que não havia nenhum pedido oficial de entrevista no ministério e que a iniciativa, portanto, partiu do próprio ministro.

Quem também não gostou do episódio foram os ministros militares, que intervieram na semana passada para evitar que Bolsonaro demitisse Mandetta – para eles, ao conceder a entrevista com o tom que adotou, o titular da Saúde politizou a questão. Também pesou contra Mandetta o fato de ele ter sido entrevistado na sede do governo de Goiás, comandado por Ronaldo Caiado (DEM), outro crítico da postura de Bolsonaro.

No governo há quem veja uma articulação do DEM, partido do ministro, que passou pelo próprio Caiado e até pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

 

Com informações de Veja

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tempo e temperatura
Primavera começa com tempo claro e ensolarado em Mato Grosso do Sul
Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.
CPI no Senado Federal
A diferença de pensamento entre os Ministros do STF, Carmen, Nunes Marques e Rosa Weber.
Ministros divergem sobre obrigação de convocados à CPI da Covid
Justiça
Cármen Lúcia determina que CPI da Covid mantenha sigilo sobre dados de Ricardo Barros
Apenas o presidente da comissão, senador Omar Aziz, pode ter acesso aos dados do líder do governo na Câmara. Outros senadores membros da comissão terão acesso via requerimento
Policia Federal
Inquérito apura fraude na venda de medicamentos para o Ministério da Saúde entre 2016 e 2018; agentes também cumprem mandados na Precisa e na Global
PF investiga gestão Ricardo Barros e faz buscas em endereços de Max e secretário ligado a Ciro Nogueira
Paraná
PF desarticula quadrilha especializada em defensivos agrícolas ilegais
ONU
Presidente faz discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas
Abertura do evento é feita tradicionalmente pelo presidente do Brasil
Brasília
Senador quer convocar filho de Bolsonaro após provocação à CPI
Mato Grosso do Sul
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos
Política
Transferência de pagamento de perícias médicas aos segurados do INSS é criticada em debare do Senado Federal.