Menu
Busca Ter, 17 de setembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Justiça

Ministro pede urgência ao TRF-4 no envio de dados sobre prisão de Lula

09 abril 2018 - 09h04Por Redação Notícias VIP
Depois de negar, em caráter liminar, o habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente Lula, na semana passada, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Félix Fischer pediu urgência ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no envio de informações sobre as decisões que culminaram na prisão do petista.

Fischer é relator da Lava Jato no STJ. Depois de negado o recurso a partir de uma decisão individual, haverá ainda o julgamento do mérito pela Quinta Turma da Corte, composta pelos ministros Arnaldo Esteves Lima (presidente), Felix Fischer, Laurita Vaz, Napoleão Maia Filho e Jorge Mussi, segundo informações da coluna Expresso, da Época.

O colegiado, no entanto, tem seguido o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) de execução da pena a partir da condenação em segunda instância.

Na quarta-feira passada (4), a defesa do ex-presidente tentou reverter o entendimento, mas, por 6 votos a 5, a Corte negou um habeas corpus preventivo para evitar a prisão de Lula. Um dia depois, Moro decretou a prisão do ex-presidente, que se entregou à Polícia Federal no sábado (7). Ele está detido na superintendência da PF em Curitiba (PR).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fenômeno raro
Lua vista de MS fica vermelha por conta de incêndios e poeira, diz especialista em meteorologia
Pediu a mão
Luan Santana faz surpresa e pede namorada em casamento durante voo de balão
Polêmica carioca
Alerj aprova lei que exige prova no Detran para usuários de patinetes elétricos
Pensando no próximo
Dono de ferro velho recupera cadeiras de rodas enferrujadas e doa para deficientes carentes
Cemitério de fetos foi descoberto
Mais de 2 mil fetos humanos são encontrados em casa de médico que fazia abortos nos EUA
Operação
Operação prende vereadores e secretários em Araguapaz
Capital
Rapaz que agrediu outro em Campo Grande por ter urinado no carro dele vai a júri popular nesta terça-feira
Campo Grande
Vereadores proíbem fotos e vídeos nas unidades de saúde em CG
Polêmica
"Temer cometeu novo ato de sincericídio no Roda Viva", diz Dilma Rousseff
Covardia
Idosa é esquecida e fica trancada em posto de saúde em Minas Gerais