Menu
Busca Qui, 18 de julho de 2019
(67) 9.9928-2002
Reforma da Previdência

O essencial da manhã: Previdência: tempo de contribuição de homens é reduzido para 15 anos

Regras para aposentadoria de mulheres e de policiais federais também foram suavizadas

12 julho 2019 - 08h15

A Câmara dos Deputados aprovou três alterações no texto-base da reforma da Previdência, que suavizam regras para aposentadoria de mulheres, de policiais federais e de homens. Outras três foram rejeitadas, como a sugestão de manter as regras atuais do abono salarial e sobre o benefício pago a idosos . A sessão foi encerrada por volta de 2h e deverá ser retomada às 9h — há ao menos outras sete sugestões a ser votadas.

O que muda: o primeiro destaque aprovado altera o cálculo do benefício para as mulheres e garante o pagamento de ao menos um salário-mínimo nas pensões por morte. O segundo reduz a idade mínima de aposentadoria de policiais federais . E o terceiro mantém em 15 anos, em vez dos 20 anos previstos no texto-base, o tempo de contribuição para homens terem acesso ao benefício no INSS.

Calculadora: veja quanto tempo será necessário para se aposentar segundo as novas regras.

Após concluir a votação da reforma da Previdência, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), quer impulsionar a agenda própria da Casa. Ontem, ele pediu ao governo que envie, a partir de agosto, uma reforma administrativa que promova mudanças nas carreiras do serviço público — prerrogativa que é exclusiva do Executivo.

O que está acontecendo: já tramita na Câmara uma proposta de reforma tributária, formulada no Congresso. Em paralelo, a equipe econômica prepara para o segundo semestre um projeto que simplifica o cálculo do Imposto de Renda das empresas .

Efeitos colaterais: executivos acreditam que a aprovação de reformas em sequência vai melhorar o ambiente econômico e favorecer a retomada efetiva do crescimento . Na Bolsa de Valores, a expectativa é alcançar os 120 mil pontos até o fim do ano .

 

Pedro Doria

Programa banido de plataforma da Microsoft mostra que falsificação de vídeos se tornou brincadeira de criança. Nas próximas eleições, não acredite no que surgir nas redes

 

Viu isso?

Separando juízes: Rodrigo Maia instalou comissão especial para analisar projeto que cria o “juiz das garantias” . Pela proposta, um magistrado instrui o processo, e outro cuida da sentença.

Longe do Ocidente: a indicação do filho do presidente Jair Bolsonaro para a embaixada brasileira nos EUA não tem precedente em nações democráticas , explica Guga Chacra.

Longe do Ocidente 2: o Brasil divergiu da maioria dos integrantes do conselho de Direitos Humanos da ONU e apoiou países islâmicos em várias votações sobre direitos sexuais e das mulheres .

Mesa de diálogo: o governo Nicolás Maduro e a oposição venezuelana concordaram em formar grupo de trabalho para negociar saída para crise.

Mudanças no trânsito: a Avenida Brasil será bloqueada em diferentes trechos até domingo para obras de viaduto do BRT Transbrasil. Veja interdições e rotas alternativas .

Fora dos planos: BRF e Marfrig desistiram da fusão que poderia transformá-las em uma das maiores produtoras de carne do mundo.

TATÁ WERNECK, APRESENTADORA - Em entrevista, conta que foi criticada até por amigos ao compartilhar dificuldades da gestação enquanto gravava nova temporada de ‘Lady Night’

Espaços que fazem parte da memória afetiva e cultural da cidade estão vazios, fechados e descaracterizados, à espera de cuidados

Museu Nacional de Belas Artes identifica 40 obras do acervo com expressões das redes sociais e vê número de visitantes saltar, o que abre debate na arte

No podcast ‘Momento da política’, da CBN, colunista analisa a correlação de forças políticas que levaram à aprovação da reforma da Previdência.

 

Com informações, O Globo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Ladrões se dão mal ao cair da moto
Mega-Sena
Resultado do sorteio do concurso n. 2170
JUSTIÇA
Registro de crimes cai no primeiro trimestre do ano
JUSTIÇA
Em MS, homem é preso em casa com arma, munições e R$ 21 mil
MILICIA
PF investiga suposta 'milícia' que com ameaças, extorsões e violência estaria tentando controlar aldeia urbana em Campo Grande
JUSTIÇA
Professor pesquisado por acusado de matar Marielle renuncia à direção após ameaças
Exemplo
PREFEITO MEXICANO SE DISFARÇA DE DEFICIENTE PARA TESTAR FUNCIONÁRIOS E FOI ISSO QUE ELE DESCOBRIU
Pai ridiculariza filha publicamente por ela não apoiar o atual governo
INVESTIGAÇÃO
Arma achada na casa de Flordelis foi usada para matar pastor
INTERIOR
Esposa de defensor público é encontrada morta em residência em MS