Menu
Busca Qua, 18 de setembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Investigação

Obra na casa de filha de Temer teria sido paga com dinheiro de propina

29 março 2018 - 15h42Por Redação Notícias VIP
A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (29), a Operação Skala, que prendeu o empresário e advogado José Yunes, o coronel João Batista Lima Filho e o ex-ministro da Agricultura Wagner Rossi (MDB), todos aliados do presidente Michel Temer, além do empresário Antônio Celso Grecco, dono da Rodrimar, empresa que atua no Porto de Santos.

Segundo a PF, ao menos 15 mandados estão sendo cumpridos nesta quinta, entre prisões e busca e apreensão. As detenções foram autorizadas pelo ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do inquérito que investiga Temer por suposto recebimento de propina em troca de benefícios a empresas do setor portuário via decreto.

De acordo com informações de O Globo, uma reforma feita em 2014 na casa da filha de Temer, Maristela Temer, pela arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do coronel Lima, está na mira dos investigadores. A suspeita é de que as obras tenham sido pagas com dinheiro de propina.

O imóvel está localizado no bairro Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, e conta com 350 metros quadrados. Apontada por um dos fornecedores da obra como sendo a responsável por pagar a ele R$ 100 mil em espécie, Maria Rita foi intimada pelo ministro Barroso, na operação desta quinta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Decisão do TSE põe em risco mandatos de nove deputados de Rondônia
Capital
Aluna é barrada em escola estadual por usar calça rasgada em MS
Tecnologia
Cientistas conseguem gerar energia usando o frio da noite
Famosos
Visita do papai! Viúva de Mr. Catra revela contato espiritual com o marido
Final trágico
Enfermeira grávida de 6 meses morre a caminho do casamento em SP; bebê passa bem
Saúde mental: Psicopata
De assaltante frustrado a autor de furto, Rafael agora é apontado como assassino frio e cruel
Partido Progressistas
Progressistas tem mudanças bruscas no MS
Política
Eduardo Bolsonaro diz que vai processar Facebook e Instagram
Paralisação
Funcionários dos Correios suspendem paralisação em todo o país
Leilão em MS
Leilão tem desde iPhone, brinquedos até videogames