Menu
Busca Sex, 22 de novembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Infidelidade

Podemos vai à Justiça pedir o mandato de Cida Amaral na Câmara

12 abril 2018 - 09h12Por Alcides Bernal
O Diretório Regional do Podemos vai à Justiça Eleitoral pedir o mandato da vereadora Cida Amaral, que deixou o partido rumo ao Pros. A filiação ocorreu dentro do prazo para que pessoas interessadas em disputar as eleições deste ano encontrem um endereço partidário, contudo, a assessoria de Cida informou que a vereadora havia deixado o antigo partido em 8 de janeiro.Cida "que não foi localizada pela reportagem para comentar a mudança" teria comunicado oficialmente ao Podemos a decisão de deixar a legenda, tomada por "motivos pessoais", também segundo seu o staff "que não detalhou as razões, contudo, descartou que a desfiliação tenha relação com os rumos do antigo partido visando as eleições deste ano.

O Podemos se aliou ao PDT, que tem o juiz aposentado Odilon de Oliveira como pré-candidato ao governo e o produtor rural e ex-vereador Chico Maia (Pode) como pleiteante ao Senado. No Pros, a vereadora chega na condição de pré-candidata a deputada federal ?a direção estadual não foi localizada para comentar os encaminhamentos visando as eleições de outubro.

A assessoria jurídica de Cida Amaral informou já trabalhar sobre a causa, a fim de sustentar que a saída do partido ocorreu por justa causa. O primeiro suplente do Podemos "o antigo PTN, que trocou de nome em 2017? é o jornalista Silvio Mori, que também deixou o partido, filiando-se ao PHS.Consensual " Além de Cida, a Câmara de Campo Grande presenciou uma segunda troca de partido antes de 7 de abril. Junior Longo deixou o PSDB rumo ao PSB, ampliando a bancada socialista na Casa ?que já conta com Carlão e o Veterinário Francisco. Ao Campo Grande News, Longo havia informado que a migração ocorreu em consenso com o Diretório Municipal do PSDB, que não se movimentaria para tomar o mandato, sendo motivada por "divergências internas".A versão foi confirmada pelo presidente do partido na Capital, o também vereador João César Mattogrosso. "O colega estava tendo algumas divergências dos ideais de nossa sigla e então, de maneira consensual, aceitamos o pedido do mesmo", pontuou o dirigente tucano, que também preferiu não se aprofundar sobre as motivações da desfiliação.

Mattogrosso, porém, destacou que o PSDB sente a saída de Longo, "que é um grande amigo e vereador, mas o partido é muito maior que qualquer um". Ele lembrou que a bancada tucana segue entre as maiores da Câmara de Campo Grande, com seis vereadores ""o dobro de vereadores da segunda bancada", reforçou.

Apesar da garantia de que o Diretório do PSDB não pedirá o mandato, Junior Longo não está imune a ações do MPE (Ministério Público Eleitoral) ou de suplentes da coligação "os tucanos se aliaram ao PR na disputa pela Prefeitura de Campo Grande em 2016", que podem acionar a Justiça pedindo a troca de mandato.

Primeiro suplente da chapa, o ex-vereador Jamal Salem (o Dr. Jamal, do PR), descartou à reportagem a possibilidade de solicitar a vaga de Longo no Judiciário. "Se fosse entrar na Justiça seria o partido. Eu pessoalmente não entraria".

Diferente de deputados estaduais e federais, vereadores não são contemplados com a janela partidária "período entre 8 de março e 7 de abril que permitiu aos parlamentares migrarem de legenda sob o risco de perderem os mandatos. Desta forma, em caso de desfiliação, estão sujeitos à interpretação de que o mandato pertence ao partido ou coligação. Contudo, a mudança de partido se faz necessária a fim de se buscar espaço para projetos políticos que, eventualmente, estariam restritos na agremiação a qual pertenciam "o dia 7 passado também foi o prazo para pretensos candidatos se abrigarem em uma legenda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Religioso
Morre Rabino Henry Sobel
Operação Omertà
Mais um policial envolvido com ovcrime
Polícia
Pernambuco morreu na calçada
Ponta Porã
Helicóptero cai na fronteira
Prisão na 2° instância
Acabar com a presunção de inocência por raiva?
Operação Patrom
Dono da casa china nega ter ajudado doleiro
Campo Grande
Fechar escola é imperdoável
Polícia
Os bandidos usam toga no Judiciário
Polícia
DOF meteu algema no traficante
Prisão
Prisão em 2° instância , passou no CCJ