Menu
Busca Sáb, 08 de agosto de 2020
(67) 9.9928-2002
Sinpol

Sindicato considera exoneração de policial Tiago Vargas uma perseguição política covarde do governador Reinaldo Azambuja

O Sinpol vai recorrer da decisão de exoneração do Policial Tiago Vargas

18 julho 2020 - 09h00Por Plantão de Notícias N.V.

A entidade afirmou que vai recorrer da decisão e que é inadmissível que, em um estado democrático de direito, policiais civis que são formadores de opinião, que defendem suas famílias e sua categoria por melhores salários, venham a ser demitidos por opiniões contrárias a de governantes.

Confira a nota na íntegra:

“O Sinpol vem a público repudiar a demissão do irmão Policial Civil, Tiago Vargas, da turma de 2014. O investigador sempre se faz presente em protestos pacíficos encabeçados pelo Sinpol. “É inadmissível que, em um estado democrático de direito, policiais civis que são formadores de opinião, que defendem suas famílias e sua categoria por melhores salários, venham a ser demitidos por opiniões contrárias a de governantes. Foi um ato covarde do Governo do Estado que demitiu o policial Tiago Vargas. Tal ato nos faz acreditar em perseguição, já que muitos policiais civis também participaram dos protestos e opinam em redes sociais sobre política. Além disso, Tiago Vargas já havia sido transferido para o município de Pedro Gomes como forma de represália”, declarou Pablo Rodrigo Pael, presidente em exercício do Sinpol.
O Sinpol ingressará ainda hoje com uma ação na justiça para que a verdade se restabeleça a favor do filiado e companheiro de luta, Tiago Vargas”. 

Fonte: Sinpol

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl e Mundo
STF manda soltar o poderoso
Brasíl
Covid 19 está matando no Brasil e no mundo
Brasíl
PGR recorre de decisão que impediu acesso a dados da Lava Jato
Meio Ambiente
Mourão defende avanços nos sistemas de monitoramento da Amazônia Para ele, também é preciso tratar do problema fundiário da região
Esporte
Vai Mercedes
Meio Ambiente
Prossegue combate a incêndio florestal na Serra dos Órgãos
Brasíl
Anac autoriza táxi-aéreo a vender assento individual Medida, em caráter emergencial, terá validade de dois anos
Bandido
Pistoleiro pede mais dinheiro para vítima e deixá-la em paz.
Campo Grande
Ameaça de demissão em massa do Transporte Público da capital
Brasíl e Mundo
OMS: recuperação econômica global pode ser mais rápida com vacina