Menu
Busca Dom, 16 de maio de 2021
(67) 9.9928-2002
Eleições 2018

Pré-candidatos pretendem usar "vaquinha" para arrecadar recursos

30 abril 2018 - 12h22Por Redação Notícias VIP
Os pré-candidatos ao governo estadual pretendem utilizar a ?vaquinha virtual? para arrecadar recursos na campanha eleitoral deste ano. Os partidos já estão se organizando para utilizar esta nova ferramenta, que pode ser usada a partir do dia 15 de maio, antes de começar as ações nas ruas e propaganda eleitoral.

O presidente estadual do PSDB, o deputado Beto Pereira, explicou que este modelo será uma das ferramentar para arrecadar recursos e que precisa se adequar a nova realidade política. ?Vamos usar o novo modelo, já estamos contactando quem vai elaborar este sistema?, explicou.

Os tucanos têm que como prioridade a reeleição do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), mas também devem utilizar aos demais candidatos. Mesmo foco da direção do PDT, que aposta nesta ?arrecadação popular? para financiar a campanha de Odilon de Oliveira (PDT).

?Já estamos estudando a empresa que vai gerenciar estes recursos. Esperamos ter uma boa arrecadação com este modelo, porque nosso pré-candidato tem apoio popular e as pessoas poderão contribuir com diferentes valores?, disse o vice-presidente estadual do PDT, o deputado Dagoberto Nogueira (PDT).


Opções - O MDB também pretende usar a ferramenta e todas as formas que forem permitidas pela legislação eleitoral.A expectativa é conseguir levar o ex-governador André Puccinelli (MDB), para o seu terceiro mandato no Estado.

?Todas as formas lícitas vão ser colocadas em prática, mudou a forma de arrecadar e custear as despesas, então precisamos nos adequar. Vamos nos organizar via partido para receber estas doações?, disse Ulisses Rocha, presidente municipal do MDB.

Outra forma ? O presidente municipal do PSOL, Henrique Nascimento, disse que a legenda vai seguir em Mato Grosso do Sul, o mesmo modelo usado pelo deputado Marcelo Freixes (PSOL) no Rio de Janeiro. ?Doação individual feita por quem apoia nossas ideias, com softawe próprio, sem contratar empresa?.

Modelo ? A chamada ?vaquinha virtual? será mais uma forma de arrecadar recursos para campanha. Deve se contratar uma empresa para prestar este serviço, sendo que esta precisa se cadastrar no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). As instituições devem divulgar a lista de todos os doadores e as quantias repassadas.

Os candidatos só receberão estes recursos depois que apresentarem o registro de candidatura. Caso eles desistam de participar do pleito, os valores devem ser devolvidos para os respectivos doadores. A novidade entra em cena a partir de 15 de maio.
vacina sim

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Alegação de vendas de veículos cresce 16% no Estado, aponta dados do Detran
Política
Produtores rurais de Campo Grande e região participam de manifestação pró-Bolsonaro em Brasília
MS
Rio Verde está na rota de eventos esportivos de aventura da Fundesporte
Falecimento
Eva Wilma morre em São Paulo, aos 87 anos Atriz estava internada desde 15 de abril
Tempo
Domingo de tempo firme e grande amplitude térmica em Mato Grosso do Sul
São Paulo
Bruno Covas perde luta contra o câncer e morre
Tempo e temperatura
MS tem predomínio de tempo seco e calor de 36°C para a região pantaneira
Covid 19
Dezenas de corpos de possíveis vítimas da covid aparecem na Índia
Campo Grande
Moradores de bairros reclamam de sujeira e insegurança em Campos Grande
Saúde
Após ultrapassar mais de seis mil mortes, MS registra 653 novos casos da Covid-19