Menu
Busca Dom, 16 de maio de 2021
(67) 9.9928-2002
EM FLAGRANTE

Prefeito finge ser policial para estuprar criança

22 abril 2018 - 12h08Por Redação Notícias VIP
O prefeito em exercício de Bariri (SP), Paulo Henrique Barros de Araújo (PSDB), foi preso neste sábado (21/4) sob acusação de violência sexual contra uma menina de 8 anos. Ele teria se passado por um policial à paisana para convencer a criança a entrar em seu carro. A informação é da TV TEM e foi passada à emissora pela irmã da vítima.

Na delegacia, segundo a Polícia Civil, ele confessou o estupro. De acordo com a Polícia Militar, Paulo Henrique raptou a vítima e se dirigiu a uma área de mata, onde seu carro ficou preso em um buraco. A menina deixou o veículo à pé e pediu socorro. Quando os agentes chegaram, ele tentava se esconder em meio à vegetação.

O tucano, que é presidente da Câmara Municipal, está no cargo como interino desde o início de 2017, quando o ex-prefeito e o vice da cidade foram barrados na Lei da Ficha Limpa após as eleições de 2016, em que se sagraram vencedores.

A reportagem não obteve retorno da defesa do prefeito e nem do partido. A prefeitura também não se manifestou.

Com informações da Agência Estado
violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Ponte sobre o córrego da Figueira traz segurança a moradores da região do Mané Manco, em Coxim
MS
Alegação de vendas de veículos cresce 16% no Estado, aponta dados do Detran
Política
Produtores rurais de Campo Grande e região participam de manifestação pró-Bolsonaro em Brasília
MS
Rio Verde está na rota de eventos esportivos de aventura da Fundesporte
Falecimento
Eva Wilma morre em São Paulo, aos 87 anos Atriz estava internada desde 15 de abril
Tempo
Domingo de tempo firme e grande amplitude térmica em Mato Grosso do Sul
São Paulo
Bruno Covas perde luta contra o câncer e morre
Tempo e temperatura
MS tem predomínio de tempo seco e calor de 36°C para a região pantaneira
Covid 19
Dezenas de corpos de possíveis vítimas da covid aparecem na Índia
Campo Grande
Moradores de bairros reclamam de sujeira e insegurança em Campos Grande