Menu
Busca Seg, 26 de outubro de 2020
(67) 9.9928-2002
BRASÍLIA

Projeto aprovado no Senado gera discussão sobre anistia a fichas-sujas

Por Carol Assis
Enquanto setores da esquerda ainda trabalham por uma eventual candidatura do ex-presidente Lula, um projeto aprovado pelo Senado levantou polêmica nesta terça-feira (10) ao gerar desconfiança de que poderia permitir uma espécie de anistia a políticos ficha-suja.

O projeto é de autoria do senador Romero Jucá (MDB-RR) e foi relatado pela senadora Vanessa Grazziotin (PC do B-AM), aliada de Lula. O texto tem o objetivo de definir as competências dos tribunais eleitorais.

Um dos dispositivos do projeto estabelecia que políticos que tiveram o mandato cassado na primeira instância seriam afastados do cargo, mas não se tornariam inelegíveis até o trânsito em julgado.

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) levantou o questionamento. Para ele, o trecho da matéria poderia abrir brecha para a candidatura de políticos enquadrados na Lei da Ficha Limpa. 

"Há um jabuti aí dentro que permite a candidatos ficha suja serem candidatos", alertou.

Os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Waldemir Moka (MDB-MS) concordaram com a ponderação.

"Não estou convencido de que no texto, nesse texto aí, fica claro que o candidato enquadrado na Lei da Ficha Limpa não pode ser candidato", afirmou Moka.

A senadora Vanessa negou que tenha feito qualquer alteração no projeto com esse intuito. Ela ressaltou que o texto foi discutido com os partidos políticos e com o então presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes.

"Nós não estamos fazendo mudança, nem é objetivo desse projeto -pelo menos assim eu fui convencida- colocar qualquer jabuti ou qualquer arapuca que enfraqueça a Lei da Ficha Limpa", disse a senadora.

Após sugestões dos parlamentares, o texto foi adaptado para prever que o dispositivo não se aplica nos casos previstos pela Lei da Ficha Limpa.

O projeto foi, então, aprovado e segue para a análise da Câmara. Lá, os deputados poderão fazer novas alterações no texto. Com informações da Folhapress.
RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
CMN aprova regulação simplificada para projetos inovadores
Operação Omertà
Ex-guarda municipal é solto, mas com tornozeleira.
Filipina
Embaixadora da Filipina que agredia a empregada doméstica foi obrigada a deixar o Brasil
Campo Grande
Chuva trás velhos problemas da falta de limpeza pública na capital
Campo Grande
Vento forte e princípio de chuva apavora população.
Santa Catarina
Advogada e ex-policial militar: quem é Daniela Reinehr, vice que assume interinamente o governo de SC
Famoso
Datena passa mal e é submetido à cirurgia de urgência
Policia
Embaixadora da Filipina agride empregada doméstica com tapas, socos e chutes.
Novo Coronavirus
Candidata a vice-prefeita de Boa Vista morre vítima de Covid 19
As infecções e mortes continuam acontecendo no Brasil e no mundo.
Brasil
Governo divulga regulamento para financiamento de terras para agricultores familiares