Menu
Busca Seg, 14 de outubro de 2019
(67) 9.9928-2002
Operação

Senador Fernando Collor é alvo de operação da Polícia Federal de combate à lavagem de dinheiro

PF investiga suposta participação do senador em leilões públicos com o objetivo de ocultar recursos de origem ilícita. Collor ainda não havia se manifestado até a última atualização desta reportagem.

11 outubro 2019 - 12h50Por PORTAL G1

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (11), nas cidades de Maceió (AL) e Curitiba (PR), operação que tem como alvo o senador Fernando Collor de Mello (Pros-AL).

A ação, autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Edson Fachin, tem o objetivo de combater esquema de lavagem de dinheiro que envolve compra de imóveis em leilões públicos.

Na operação, a PF cumpriu 16 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Maceió e Curitiba, com 70 policiais federais.

Em uma rede social, Collor se disse "indignado" com a operação pois, segundo ele, há uma tentativa de envolvê-lo em um assunto que não tem conhecimento ou participação.

"Trago a consciência tranquila e a certeza de que, mais uma vez, ficará comprovada a minha inocência", disse.

 

Investigações

São investigados, de acordo com a PF, os crimes de lavagem de dinheiro, corrupção ativa, corrupção passiva, peculato (desvio de dinheiro público), falsificações e pelo tipo penal de integrar organização criminosa.

As investigações da operação batizada de Arremate têm por objetivo identificar e comprovar o suposto envolvimento de Collor como responsável por arrematar imóveis em leilões públicos ocorridos nos anos de 2010, 2011, 2012 e 2016, com o objetivo de ocultar recursos de origem ilícita.

Segundo a PF, o senador participava dos leilões por meio de um representante com o objetivo de ocultar seu envolvimento como beneficiário final das operações. Os valores sob investigação são de aproximadamente R$ 6 milhões, sem as correções.

 
O senador Fernando Collor (Pros-AL) durante pronunciamento no plenário do Senado — Foto:  Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Fernando Collor (Pros-AL) durante pronunciamento no plenário do Senado — Foto: Jefferson Rudy/Agência Senad

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Ciro Gomes sobre Luciano Huck: “Chega de mandar estagiário para a Presidência”
Capital
Homem é morto na frente de casa com seis tiros em bairro de Campo Grande
Internacional
Tufão Hagibis causa dezenas de mortes no Japão
Jogo de ontem
Zagueiro Marquinhos reconhece atuação ruim da seleção em Cingapura
Interior
Ao sair de festa, jovem é abordado por 10 rapazes e esfaqueado em Aquidauana
Polêmica nas redes sociais
Eduardo Bolsonaro ironiza sigla LGBT em camiseta
Caixa das laranjas
Notas fiscais reforçam a suspeita de caixa 2 na campanha do PSL de 2018
Campo Grande - sem efetividade
Trad não consegue evitar aumento de acidentes
Justiça
Justiça determina que governo contenha avanço de óleo em Sergipe
Interior
Três moradores em Guia Lopes são mortos e um é ferido na boca em possível tentativa de latrocínio em Corumbá