Menu
Busca Dom, 05 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Transparência

Senadores por MS gastam muito. Campeão é o Trad.

E o salário mínimo foi para R$,1.039,00

04 janeiro 2020 - 14h45Por Plantão de Notícias

Os três senadores federais de Mato Grosso do Sul custaram mais de R$ 14 milhões aos cofres públicos no ano passado, considerando-se salários, gasto com funcionários, cota parlamentar e ajuda extra. 

O campeão em gastos foi Nelsinho Trad (PSD), que já foi destaque nacional ao contar com a maior equipe de assessores bancada pelo contribuinte em Brasília.

 

O levantamento é parcial, porque considera os pagamentos feitos aos senadores desde fevereiro deste ano, quando ocorreu a posse do ex-prefeito da Capital e neófita na política, a advogada Soraya Thronicke (PSL). A soma dos salários dos funcionários foi feita com base no pagamento de dezembro do ano passado e não incluiu o pagamento do 13º salário.

O levantamento é parcial, porque considera os pagamentos feitos aos senadores desde fevereiro deste ano, quando ocorreu a posse do ex-prefeito da Capital e neófita na política, a advogada Soraya Thronicke (PSL). A soma dos salários dos funcionários foi feita com base no pagamento de dezembro do ano passado e não incluiu o pagamento do 13º salário.

Com 62 assessores, Nelsinho custou R$ 6,1 milhões ao Senado. O maior desembolso ocorreu com o pagamento de salários da megaequipe do senador sul-mato-grossense, que sonha em ser governador do Estado. Só no mês de dezembro, o Senado pagou R$ 533.012,69 com funcionários de Trad.

De acordo com o Portal da Transparência do Senado, os 30 funcionários lotados no gabinete receberam R$ 322,1 mil no mês passado, enquanto os 32 distribuídos nos escritórios políticos, R$ 210,9 mil. São três assessores na faixa salarial acima de R$ 20 mil e outros 16 ganhando entre R$ 10 mil e R$ 20 mil.

Confira os gastos dos senadores de MS

Nelsinho Trad (PSD)
Salário de Senador 337.630,00
Funcionários 5.330.126,90
Cota parlamentar 352.279,34
Extra cota 84.050,62
Total 6.104.086,86
Simone Tebet (MDB)
Salário senadora 337.630,00
Funcionários 3.171.351,60
Cota parlamentar 151.649,50
Extra cota 40.308,59
Total 3.700.939,69
Soraya Thronicke (PSL)
Salário senadora 337.630,00
Funcionários 2.638.156,80
Cota parlamentar 242.619,96
Extra cota 32.638,01
Total 3.251.044,77

Nelsinho foi o que mais usou a cota parlamentar, destinada para o custeio das atividades políticas, que somou R$ 3521,2 mil.

Trad ainda usou R$ 84 mil da ajuda de custo extra, que incluiu R$ 45,7 mil com viagens oficiais.

O curioso é o gasto de R$ 32,5 mil com Correios na era das redes sociais e da internet e com a carta praticamente aposentada.

Com informações do Blog O Jacaré, EB.

 

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Apesar de muito dinheiro recebido para combater a pandemia do Covid 19, a capital se tornou o epicentro do novo Coronavirus
Coronavirus
Brasil registra quase 38 mil novos casos de Covid-19; total de mortes passa de 64.000
Paraguai
Um policial matou toda família, inclusive crianças e se suicidou
Dourados
Secretário Municipal da Agricultura familiar é assassinado a facadas.
Campo Grande
Em cidade onde prefeito não é respeitado, rola rola baile funk com muitas pessoas com as purpurinas e partes tradicionais
Esporte
Incerteza sobre futuro em meio à pandemia afeta categorias de base
Coronavirus
Jornalista que zombava da Covid 19 e chamava de maricas os que tinham preocupação, morre do novo Coronavirus.
Brasíl e Mundo
Casos globais de coronavírus ultrapassam 11 milhões
Campo Grande
Jovem desaparecida, foi localizada morta em frente a um comércio, sob um cobertor e próximo de sua casa.
Campo Grande
Lixo e animais peçonhentos na cidade do Trad