Menu
Busca Sex, 22 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Transparência

Senadores por MS gastam muito. Campeão é o Trad.

E o salário mínimo foi para R$,1.039,00

04 janeiro 2020 - 14h45Por Plantão de Notícias

Os três senadores federais de Mato Grosso do Sul custaram mais de R$ 14 milhões aos cofres públicos no ano passado, considerando-se salários, gasto com funcionários, cota parlamentar e ajuda extra. 

O campeão em gastos foi Nelsinho Trad (PSD), que já foi destaque nacional ao contar com a maior equipe de assessores bancada pelo contribuinte em Brasília.

 

O levantamento é parcial, porque considera os pagamentos feitos aos senadores desde fevereiro deste ano, quando ocorreu a posse do ex-prefeito da Capital e neófita na política, a advogada Soraya Thronicke (PSL). A soma dos salários dos funcionários foi feita com base no pagamento de dezembro do ano passado e não incluiu o pagamento do 13º salário.

O levantamento é parcial, porque considera os pagamentos feitos aos senadores desde fevereiro deste ano, quando ocorreu a posse do ex-prefeito da Capital e neófita na política, a advogada Soraya Thronicke (PSL). A soma dos salários dos funcionários foi feita com base no pagamento de dezembro do ano passado e não incluiu o pagamento do 13º salário.

Com 62 assessores, Nelsinho custou R$ 6,1 milhões ao Senado. O maior desembolso ocorreu com o pagamento de salários da megaequipe do senador sul-mato-grossense, que sonha em ser governador do Estado. Só no mês de dezembro, o Senado pagou R$ 533.012,69 com funcionários de Trad.

De acordo com o Portal da Transparência do Senado, os 30 funcionários lotados no gabinete receberam R$ 322,1 mil no mês passado, enquanto os 32 distribuídos nos escritórios políticos, R$ 210,9 mil. São três assessores na faixa salarial acima de R$ 20 mil e outros 16 ganhando entre R$ 10 mil e R$ 20 mil.

Confira os gastos dos senadores de MS

Nelsinho Trad (PSD)
Salário de Senador 337.630,00
Funcionários 5.330.126,90
Cota parlamentar 352.279,34
Extra cota 84.050,62
Total 6.104.086,86
Simone Tebet (MDB)
Salário senadora 337.630,00
Funcionários 3.171.351,60
Cota parlamentar 151.649,50
Extra cota 40.308,59
Total 3.700.939,69
Soraya Thronicke (PSL)
Salário senadora 337.630,00
Funcionários 2.638.156,80
Cota parlamentar 242.619,96
Extra cota 32.638,01
Total 3.251.044,77

Nelsinho foi o que mais usou a cota parlamentar, destinada para o custeio das atividades políticas, que somou R$ 3521,2 mil.

Trad ainda usou R$ 84 mil da ajuda de custo extra, que incluiu R$ 45,7 mil com viagens oficiais.

O curioso é o gasto de R$ 32,5 mil com Correios na era das redes sociais e da internet e com a carta praticamente aposentada.

Com informações do Blog O Jacaré, EB.

 

violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Deputado federal Arthur Lira (PP) estará em Campo Grande para falar com Reinaldo Azambuja (PSDB) e os 8 deputados federais.
Meteorologia
Nebulosidade e pancadas de chuva são esperadas para esta quinta-feira
Operação Santa
PF fecha empresa de turismo religioso que transportava drogas junto com fiéis
Brasíl
Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h
Campo Grande
Reinaldo Azambuja faz balanço do primeiro dia de vacinação no MS
Covid 19 em MS
Mesmo com vacina, população deve seguir em alerta sobre a Covid-19, afirma Reinaldo Azambuja
Tempo
Com previsão de mais chuva, Defesa Civil orienta população que mora em áreas de risco
Senado da República
Simone (MDB-MS), Kajuru (Cidadania-GO), Major Olímpio (PSL-SP) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG) querem a presidência do Senado
Campo Grande
Região Norte da capital reclama do prefeito MarquinhosTrad (PSD)
Brasíl
Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresa