Menu
Busca Qua, 23 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Pauta

STF julga nesta quarta-feira habeas corpus de Maluf e Palocci

11 abril 2018 - 08h20Por Redação Notícias VIP
Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) julgam, nesta quarta-feira (11), os habeas corpus do deputado afastado Paulo Maluf (PP-SP) e do ex-ministro Antonio Palocci.

O deputado foi condenado a sete anos, nove meses e dez dias de prisão, em regime fechado, acusado de lavagem de dinheiro, pelo próprio STF. Ele ocupava uma das celas do presídio da Papuda, no Distrito Federal, até o dia 28 último, quando o ministro Dias Toffoli autorizou, em decisão liminar, sua prisão domiciliar.

Como os entendimento dos ministros Edson Fachin - relator do caso na Corte e responsável pela ordem de prisão do parlamentar -, e Dias Toffoli divergem, a questão será decidida pelo plenário.

Segundo laudo divulgado nessa terça-feira (10) pela defesa de Maluf, ele está com câncer de próstata com metástase óssea, incontinência urinária, cardiotapia, anemia, confusão mental e depressão.

Segundo caso

Já Palocci aproveitou a decisão da presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, em julgar o habeas corpus do ex-presidente Lula, "furando a fila", conforme criticou o próprio ex-ministro, para cobrar a inclusão do recurso na pauta.

Em despacho no último dia 26, Fachin, que é relator também deste caso no STF, decidiu que esperaria a conclusão do julgamento do pedido de Lula para analisar a solicitação. "Pois bem, como é do conhecimento desta nobre relatoria, este Supremo Tribunal Federal encerrou aquele julgamento (Lula) na madrugada do dia de hoje (05.04.2018). De tal sorte, findo o julgamento do habeas corpus nº 152.752 (Lula), e sacramentada definitivamente pelo plenário a admissibilidade da impetração de habeas corpus substitutivo de recurso ordinário, reitera-se o pedido para que o presente writ seja julgado na 2ª Turma, na sessão do dia 10.04.2018", escreveram, na última semana, os advogados Alessandro Silverio, Bruno Augusto Gonçalves Vianna e Sylvio Lourenço da Silveira Filho, que defendem Palocci.

O ex-ministro foi condenado pelo juiz Sergio Moro, em junho de 2017, a 12 anos de prisão, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Ele ainda não foi julgado em segunda instância, e a defesa critica o tempo alongado da prisão, já que está detido preventivamente, desde setembro de 2016, na superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR).
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corrupção
Operação da PF apura desvios no SUS de mais de R$ 2 milhões Ao todo 10 mandados de busca e apreensão foram cumpridos no RS e ES
Brasíl e Mundo
Tóquio exigirá testes de covid-19 para atletas, mas não quarentena
Brasíl e Mundo
Time coloca Bolsonaro entre 100 mais influentes e o responsabiliza por mortos na pandemia e crise ambiental
Saúde
J&J inicia estudo final de vacina contra Covid-19 em 60 mil voluntários
Vacina contra Covid 19
Polícia
"Argumento para lacrar bancas do bicho é ocupação de calçadas sem autorização " disse site de notícias.
Rio de Janeiro
"Vai vendo ... Witzel faltou algumas aulas do prefeito Crivella " disse a fonte
Mundo
Torre Eiffel é esvaziada em Paris Informação é da equipe de imprensa da torre
Brasil
Elias Maluco é encontrado morto dentro de cela
Campo Grande
Mulher é encontrada morta com ferimentos graves dentro do banheiro no fundo de um salão de cabeleireiros
Fronteira
Foram presos contrabandistas, entre eles um dos policiais da Operação Omertà.