Menu
Busca Sex, 27 de novembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Política

Suplicy leva 3 mil cartas a Lula na prisão

Por Carol Assis
Por meio de uma das filhas do ex-presidente Lula, Lurian, o vereador de São Paulo Eduardo Suplicy (PT) entregou ao líder petista três mil mensagens recebidas por ele via email ao longo da semana.

Missão cumprida! Finalmente o presidente Lula vai poder ler as três mil mensagens de carinho, respeito, consideração e admiração, que recebi em meu e-mail de brasileiros e brasileiras inconformados com a sua prisão. Hoje ele vai dormir mais forte, cheio de boas energias", disse Suplicy.

O vereador também se encontrou com a juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, responsável por proibir a visita de amigos a Lula. O objetivo foi questionar a decisão com base nas "Regras de Mandela", segundo as quais pessoas em cumprimento de pena têm garantidas as visitas de amigos e médicos.

"Ela me explicou que essa decisão já está tomada, levando em conta as normas da Polícia Federal, mas que pode haver ainda um recurso a um órgão da Justiça para, levando em contas tais argumentos, permitir que Lula e outras pessoas recebam visita de amigos", contou Suplicy, que pretende recorrer ao TRF-4 e, talvez, ao STF para conseguir a Lula o direito de receber amigos. 
violência contra a mulher 2

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ponta Porã
Polícia paraguaia prende dois suspeitos de matança de membros da turma de Fahd Jamil
Polícia
PF investiga suspeitos de propaganda de atos para alteração da ordem
Saúde
Fiocruz: aumento de casos e óbitos de covid-19 deve servir de alerta
Argentina
“Adios Diego”: Maradona é enterrado e mundo chora a perda
Brasil
Covid-19: Brasil tem 171 mil mortes e 6,2 milhões de casos acumulados
Política
Senado aprova mudanças na Lei de Falências
Tragédia
Seis vítimas do acidente entre ônibus e caminhão permanecem internadas
Campo Grande
Justiça manda prender ex-vereador envolvido em escândalo sexual em Campo Grande
Pedófilos em cana
PF cumpre mandados de busca contra exploração sexual de crianças
Fronteira
Guerra declarada: tortura e assassinato de quatro homens ligados a Fahd Jamil