Menu
Busca Dom, 24 de outubro de 2021
(67) 9.9928-2002
TJ/MS

TJ exige que Estado decida se pagará pensão de R$ 24 mil a viúva de ex-governador

05 maio 2018 - 13h14Por Redação Notícias VIP
O desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) Márcio Vidal determinou que a Secretaria de Estado de Gestão (Seges) analise em até 30 dias o pedido de pensão especial para a viúva do ex-governador do Estado Pedro Pedrossian, Maria Aparecida Pedrossian. A liminar foi concedida nesta quinta-feira (03).

Pedrossian faleceu em 22 de agosto de 2017, aos 89 anos. Ele governou Mato Grosso entre 1966 e 1971, antes da divisão do Estado. Em sua administração, criou a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).A viúva do ex-governador, Maria Pedrossian aguarda desde 25 de setembro de 2017 que a Seges avalie a manutenção ou não da pensão de R$ 24,1 mil que o esposo recebia em vida. 

Entretanto, até o momento, o pedido não foi avaliado, o que prejudica a requerente, posto que desde a morte do marido, não recebeu nenhum valor à título de pensionamento.

O desembargador Márcio Vidal reconheceu que já se esgotou, há muito tempo, o prazo de 20 dias para que o Poder Público oferecesse resposta ao pedido da cidadã. ?A demora na análise do procedimento administrativo da impetrante, indubitavelmente, ofende direito líquido e certo, bem assim, o princípio da duração razoável do processo (CF, art. 5º, LXXVIII), lembrando que essa razoabilidade deve ser encarada, tanto sob o prisma da celeridade, quanto da efetividade?.

Assim, decide. "Defiro a liminar pleiteada, para determinar que a autoridade coatora analise, no prazo máximo de 30 dias, o requerimento administrativo efetivado pela impetrante".

Caso antigo:
 
Governos de Estado gastam mais de R$ 37 milhões por ano com pensões vitalícias a ex-governadores e dependentes. Para derrubar a obrigatoriedade deles, diversas ações têm sido protocolizadas na justiça. Algumas com sucesso, como o caso de Santa Catarina e Bahia.
 
Mato Grosso recebe destaque ainda maior: o Estado estende aos governadores interinos o direito à pensão. À exemplo de Iraci Araújo Moreira, que por alguns dias foi vice do ex-governador Blairo Maggi e até hoje, recebe em sua conta cerca de R$ 15 mil. Da mesma forma, recebe R$ 15 mil dos cofres públicos a viúva do ex-deputado Evaristo Roberto Vieira da Cruz, que assumiu o Estado por apenas 16 dias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Foto de Eduardo Bolsonaro como 'sheik' em Dubai causa onda de críticas; deputado defende gastos
Saúde
Em evento histórico, primeira vacina contra malária é aprovada pela OMS
Educação
Relatório aponta impacto da pandemia na saúde mental de adolescentes
Direito
Hipertensão: Quem possui essa condição pode requerer o auxílio-doença ou a aposentadoria por invalidez?
Geral
Facebook, Instagram e Whatsapp têm problemas de acesso nesta segunda
Economia
Ministro defende uso de reservas para capitalizar banco do Brics
Saúde
Ministro chega ao Brasil um dia após testar negativo para covid-19
Brasíl
Eleitores voltam às urnas em 19 cidades para escolha de novo prefeito
Campo Grande
Com ventos de 68 Km/h e 145 mil raios, temporal deixou 13 mil pessoas no escuro
Política
Lei que define sobras de voto em eleições proporcionais é sancionada