Menu
Busca Ter, 14 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Política

Toffoli cobra de Bolsonaro fim de "atitudes dúbias" e defende trégua e união no combate ao coronavírus

09 junho 2020 - 08h29Por Ricardo Brito

- O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, afirmou nesta segunda-feira que “não é mais possível atitudes dúbias” por parte do presidente Jair Bolsonaro, destacando que isso “impressiona e assusta” a sociedade brasileira e a comunidade internacional.

Toffoli defendeu ainda uma trégua e união para combater a pandemia do novo coronavírus no país.

“É necessário uma trégua entre os Poderes. Não é mais possível —e aqui eu dialogo diretamente com os presidentes de Poderes, em especial com o presidente Jair Bolsonaro: não é mais possível atitudes dúbias”,

“Eu tenho certeza que o presidente Jair Bolsonaro, em todo o relacionamento harmonioso que tive e tenho com Sua Excelência, como tenho com seu governo, como tenho com o vice-presidente Hamilton Mourão”, continuou Toffoli. “Eles juraram defender a Constituição e são democratas. Chegaram ao poder pela democracia e pelo voto popular.”

“Merecem o nosso respeito, mas algumas atitudes têm trazido uma certa dubiedade e essa dubiedade impressiona e assusta a sociedade brasileira e hoje não mais só a sociedade brasileira, também a comunidade internacional das nações, também a economia internacional. Nós precisamos de paz institucional, precisamos de prudência, precisamos de ter união no combate à Covid e aos seus efeitos colaterais”, completou.

O pronunciamento de Toffoli —um dos mais contundentes desde a escalada do embate entre STF e o governo Bolsonaro— foi feito durante o lançamento do “Manifesto em defesa da Democracia e do Judiciário”, organizado pela Associação dos Magistrados Brasileiros. O encontro virtual contou com uma série de representantes de entidades da magistratura.

 

Com Informações de Reuters

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Justiça determina quebra de sigilo bancário da Backer
Política
Governo vai enviar PL com penas mais rígidas para violência sexual
Saúde
Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos
Brasília
Defesa aciona PGR contra Gilmar Mendes por ministro ter associado Exército a genocídio
Saúde
Crise do coronavírus pode ficar "pior e pior e pior", alerta OMS Reuters Staff
Brasíl e Mundo
Estudante de veterinária levou uma picada da terrível naja tinha outras cobras exóticas
Brasíl
Mulher de Queiroz se entrega e cumprirá prisão domiciliar com marido no Rio
Educação
Bolsonaro nomeia pastor Milton Ribeiro como ministro da Educação
Esporte
Natália Gaudio defende maior longevidade para atletas brasileiras
Bolsonaro e Coronavirus
Reabertura precoce transforma Brasília em epicentro da Covid-19