Menu
Busca Qui, 23 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Saúde

Brasil atinge 117.666 mortes por coronavírus 6 meses após primeiro caso

26 agosto 2020 - 18h00Por Reuters

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil registrou nesta quarta-feira 1.086 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de mortes pela doença no país a 117.666, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Segundo país mais afetado pelo coronavírus no mundo, atrás somente dos Estados Unidos, o Brasil também notificou 47.161 novos casos da doença, atingindo um total de 3.717.156 infecções confirmadas.

Nesta quarta, o Brasil completou seis meses desde a confirmação de seu primeiro caso de Covid-19, registrado em São Paulo em 26 de fevereiro, em um paciente que havia viajado à Itália. [nL2N2AQ0SA]

Segundo os dados do Ministério da Saúde, o Brasil chega à data com 99,1% dos municípios do país tendo registrado pelo menos uma infecção por coronavírus, enquanto 72,7% das cidades contabilizaram ao menos um óbito em decorrência da doença.

Apesar dos altos números, as autoridades brasileiras reforçaram nesta quarta que o país tem verificado uma tendência de queda na contagem de novos registros de casos de Covid-19 e um “platô elevado” no número de óbitos, de acordo com os dados das chamadas semanas epidemiológicas.

 

“O que a gente observa de efetivo na semana epidemiológica 34 (mais recente concluída) foi uma redução de 13% no total de novos registros de casos de Covid em relação à semana anterior... Na semana 34 houve uma diminuição bastante importante”, disse o diretor do Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças Não Transmissíveis, Eduardo Macário, em entrevista coletiva.

Sobre o número de óbitos, ele disse que é possível afirmar que o Brasil mantém “aquela tendência de platô estabilizado”.

“Mas ainda assim é um platô elevado, é um número de óbitos ainda elevado”, acrescentou Macário.

Estado mais afetado pela Covid-19 no Brasil, São Paulo atingiu nesta quarta as marcas de 776.135 casos e 29.194 mortes.

Como a lista por Estados divulgada pelo ministério tem como base as contagens de casos, a Bahia aparece em segundo lugar, com 245.021 infecções e 5.116 mortes registradas. No entanto, o Estado nordestino possui um número de óbitos menor que o do Rio de Janeiro, que contabilizou até o momento 216.675 casos e 15.700 mortes.

O Ceará vem na sequência do ranking, com 208.782 infecções e 8.351 óbitos. Nesta quarta, Minas Gerais também entrou no grupo de Estados brasileiros com mais de 200 mil casos confirmados da doença, chegando às marcas de 201.973 infecções e 4.948 mortes.

Já o patamar de 100 mil infecções foi superado, até aqui, por 15 Estados e o Distrito Federal.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, o Brasil possui 2.908.848 pacientes recuperados da doença, além de 690.642 pessoas em acompanhamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fogo
Combate aos incêndios no Pantanal mobiliza 510 homens e seis aeronaves: incidência de focos é menor em três anos críticos
Eleição 2022
Senado aprovou novo Código Eleitoral e vai à sanção presidencial.
Economia
Dólar fecha acima de R$ 5,30 após anúncio do Banco Central americano
CPI da Covid
CPI: diretor da Prevent Senior é acusado de mentir e passa à condição de investigado
Brasíl
Sem coligações, CCJ do Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Polícia Federal
A Operação Apate cumpre mandados em São José dos Campos
Brasilia
CPI da Covid-19; início da sessão com "rasgação de seda" entre senadores da oposição tentando reverter a impressão negativa da briga causada por senadora e ministro
Brasília
Briga na CPI: presidente da CPi fala que Bolsonaro causa vergonha, senador Marcos Rogério rebate dizendo que a CPI da Covid que faz vergonha a muito tempo.
Tempo e temperatura
Primavera começa com tempo claro e ensolarado em Mato Grosso do Sul
Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.