Menu
Busca Qua, 22 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
MS

Caminhoneiro de 61 anos é a 7ª morte pela covid-19 em Campo Grande; 20ª em MS

Paciente estava internado desde o dia 26 de maio, quando deu entrada e foi direto para a UTI

31 maio 2020 - 10h00Por Plantão de Notícias

Morreu neste sábado a vigésima vítima por covid-19 em Mato Grosso do Sul. Foi o sétimo óbito em Campo Grande, de um homem de 61 anos, que estava internado no HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul).


As informações obtidas pela reportagem dão conta de que a vítima é um caminhoneiro com histórico de viagem a Paulínea (SP). Tinha diabetes e pressão alta.

Os sintomas começaram em 23 de maio, com relatos de febre, tosse, dor de garganta, dispneia e desconforto respiratório. Foi internado no dia 26 de maio, com SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), diretamente na UTI.

A morte foi ontem à tarde, às 14h25, por choque séptico, pneumonia por covid-19 e diabetes mellitus. 

 

Com Informações

CampoGrande news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Eleição 2022
Senado aprovou novo Código Eleitoral e vai à sanção presidencial.
Economia
Dólar fecha acima de R$ 5,30 após anúncio do Banco Central americano
CPI da Covid
CPI: diretor da Prevent Senior é acusado de mentir e passa à condição de investigado
Brasíl
Sem coligações, CCJ do Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Polícia Federal
A Operação Apate cumpre mandados em São José dos Campos
Brasilia
CPI da Covid-19; início da sessão com "rasgação de seda" entre senadores da oposição tentando reverter a impressão negativa da briga causada por senadora e ministro
Brasília
Briga na CPI: presidente da CPi fala que Bolsonaro causa vergonha, senador Marcos Rogério rebate dizendo que a CPI da Covid que faz vergonha a muito tempo.
Tempo e temperatura
Primavera começa com tempo claro e ensolarado em Mato Grosso do Sul
Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.
CPI no Senado Federal
A diferença de pensamento entre os Ministros do STF, Carmen, Nunes Marques e Rosa Weber.
Ministros divergem sobre obrigação de convocados à CPI da Covid