Menu
Busca Sex, 17 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Saúde

Cloroquina não será divisor de águas contra Covid-19, diz Teich

29 abril 2020 - 20h00Por Plantão de Notícias

(Reuters) - O ministro da Saúde, Nelson Teich, minimizou nesta quarta-feira a aplicação do medicamento cloroquina no tratamento da Covid-19, a doença respiratória provocada pelo novo coronavírus, dizendo que testes apontaram alta mortalidade da droga que foi amplamente defendida pelo presidente Jair Bolsonaro.

“A cloroquina hoje ainda é uma incerteza. Você teve aqueles estudos iniciais que sugeriram benefícios, mas existem estudos hoje que falam o contrário”, disse Teich em resposta a questionamento de um parlamentar durante audiência por videoconferência no Senado.

 

“Eu tenho uma pessoa, que é o presidente da Novartis, que é quem produz a cloroquina, a hidroxicloroquina, lá na China. Eles tiveram uma ordem de trabalhar 24/7 na produção da hidroxicloroquina, mas isso foi suspenso bruscamente. Conversando com ele, os dados preliminares da China, é que teve uma mortalidade alta, a dose é um pouco maior, e certamente o remédio não vai ser um divisor de águas em relação à doença”.

A cloroquina foi um dos motivos de embate entre Bolsonaro e o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, cuja demissão abriu caminho para Teich assumir o cargo neste mês.

 

Enquanto Bolsonaro defendia publicamente a utilização do remédio —repetindo postura do presidente norte-americano, Donald Trump—, Mandetta sempre defendeu uma abordagem mais cautelosa, citando os efeitos colaterais e a falta de eficácia comprovada do medicamento.

Na semana passada, o Conselho Federal de Medicina (CFM) liberou o uso de hidroxicloroquina em pacientes com Covid-19, inclusive no início dos sintomas —como defendido por Bolsonaro— depois de encontro com o presidente e Teich no Palácio do Planalto.

Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rio de Janeiro
Apoiadores de Bolsonaro fazem ato em Copacabana, no Rio de Janeiro
São Paulo
Manifestantes fazem ato na Av. Paulista a favor de Bolsonaro
Brasília
PM informa que restabeleceu bloqueio na Esplanada dos Ministérios
Tribunal de Justiça
Fux manda retirar bandeira do Brasil Império hasteada na sede do TJ de Mato Grosso do Sul
Brasília
Esplanada terá esquema especial de segurança para protestos deste feriado
Brasíl
7/9: Moraes bloqueia contas de acusados de organizar atos antidemocráticos
MS já vacinou 50% dos jovens de 12 a 17 anos contra covid com a 1° dose – Feriado
MS
Secretaria de Estado de Saúde confirma três casos da variante Delta em Mato Grosso do Sul
STF
Urgente: Moraes determina prisão de ex-PM que o ameaçou de morte
Meio Ambiente
Ganhou prazo para resolver o problema, sob pena de multa e improbidade do prefeito