Menu
Busca Seg, 14 de outubro de 2019
(67) 9.9928-2002
Exemplos para todos

Estudante paranaense cria absorvente sustentável para mulheres em situação de rua

"Se é uma coisa que a gente não tem escolha, é uma necessidade básica, quem tem que cuidar dessa necessidade básica é o governo. Se já distribui camisinha de graça, por que não absorvente?", questiona a paranaense.

09 outubro 2019 - 11h00Por Razões Para Acreditar

A estudante universitária Rafaella de Bona, 22 anos, desenvolveu um absorvente sustentável de baixo custo, feito de fibra de banana, para atender às necessidades básicas de mulheres em situação de rua.

Cursando atualmente o terceiro ano de Design de Produto na Universidade Federal do Paraná (UFPR), a jovem conta que se inspirou no filme “Absorvendo o tabu”, curta-metragem documental vencedor do Oscar de 2019 e relatos da internet para criar o produto.

“Eu vi que tem problemas que só cabem a elas. É uma coisa que acontece com a gente todo mês e a gente não para pra pensar que as mulheres na rua passam por isso. É uma situação complicada. Quando as pessoas doam roupas, nunca doam absorventes”, afirma.

Jovem brasileira cria absorvente sustentável mulheres situação de rua

A estudante de design Rafaella de Bona.

O absorvente sustentável tem um design que lembra um rolo de papel higiênico.

Rafaella explica que o tamanho é definido pela própria mulher segundo o seu fluxo menstrual. “Uma das inspirações para a funcionalidade do projeto é de um vídeo que vi em que uma moradora de rua estava ensinando como ela faz para passar esses dias. Ela tinha um absorvente externo, ela rasgou, tirou a parte do plástico, enrolou o algodão e usou como absorvente interno. E daí que tirei a ideia para o projeto de que devia ser um absorvente interno”, conta.

Jovem brasileira cria absorvente sustentável mulheres situação de rua

Jovem brasileira cria absorvente sustentável mulheres situação de rua

A estudante conta que chegou a propor uma espécie de coletor menstrual, mas a ideia logo foi descartada pela falta de praticidade. “Elas não teriam onde higienizar nem descartar o sangue. Já sobre o absorvente externo, muitas delas não tem nem calcinha.”

Jovem brasileira cria absorvente sustentável mulheres situação de rua

 
 

Absorvente 100% sustentável

Após assistir o documentário, Rafaella teve a ideia de utilizar material sustentável. Ela descobriu que a fibra de banana é muito utilizada por mulheres para a fabricação de absorventes descartáveis na Índia. Apesar de também ter considerado usar fibras de coco ou bambu, ela escolheu a de banana.

O produto ainda não possui um protótipo, mas a ideia da estudante de Design é de que eles possam ser amplamente distribuídos em postos de saúde.

“Se é uma coisa que a gente não tem escolha, é uma necessidade básica, quem tem que cuidar dessa necessidade básica é o governo. Se já distribui camisinha de graça, por que não absorvente?”, questiona a paranaense.

Jovem brasileira cria absorvente sustentável mulheres situação de rua

Jovem brasileira cria absorvente sustentável mulheres situação de rua

O absorvente sustentável foi idealizado como um trabalho de conclusão de curso de uma especialização em design. Os estudantes deveriam escolher um dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, e Rafaella elegeu o número 1: combate à pobreza em todas as suas formas.

“Eu vi que tem um termo pra isso que é ” pobreza menstrual “, que é quando a pessoa não tem dinheiro para comprar absorvente, itens de higiene básico”, lembra. “E isso não se aplica só às moradoras de rua. Numa visão mais macro, se aplica às pessoas de baixa renda também, até presidiárias, que sofrem com isso. Achei interessante tirar esse tabu e levantar essa bandeira, porque é um direito nosso, não deveria ser um privilégio.”

Fonte: O Globo/Fotos: Reprodução/Arquivo Pessoal e Razões Para Acreditar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jogo de ontem
Zagueiro Marquinhos reconhece atuação ruim da seleção em Cingapura
Interior
Ao sair de festa, jovem é abordado por 10 rapazes e esfaqueado em Aquidauana
Polêmica nas redes sociais
Eduardo Bolsonaro ironiza sigla LGBT em camiseta
Caixa das laranjas
Notas fiscais reforçam a suspeita de caixa 2 na campanha do PSL de 2018
Campo Grande - sem efetividade
Trad não consegue evitar aumento de acidentes
Justiça
Justiça determina que governo contenha avanço de óleo em Sergipe
Interior
Três moradores em Guia Lopes são mortos e um é ferido na boca em possível tentativa de latrocínio em Corumbá
Internacional
Mercosul e Prosul apoiam governo do Equador e pedem fim dos protestos
Capital
Semana começa com calor de 40°C e chuva em todas as regiões de MS
Campo Grande
É vergonhoso ver esses politiqueiros que usam o santo nome em vão