Menu
Busca Sex, 30 de julho de 2021
(67) 9.9928-2002
SAÚDE

Ministério da Saúde prega eletrochoque e retorno de manicômios

O texto de 32 páginas ainda defende a abstinência para o tratamento de dependentes de drogas

08 fevereiro 2019 - 14h25

Um documento do Ministério da Saúde, publicado em reportagem de Lígia Formenti, do Estadão, dá aval para a compra de aparelhos de eletroconvulsoterapia (eletrochoques) e reforça a possibilidade da internação de crianças em hospitais psiquiátricos. O texto de 32 páginas ainda prega a abstinência para o tratamento de dependentes de drogas.

Ao jornal, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta afirmou que não conhece o documento. Quando tomou conhecimento dos temas abordados, declarou: “Sem dúvida (as medidas) são polêmicas”. No passado, a eletroconvulsoterapia foi associada a torturas em pacientes e abusos cometidos por profissionais de hospitais psiquiátricos.

Quirino Cordeiro, Coordenador Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas do Ministério da Saúde, que assina a nota técnica, defendeu o destaque dado ao tratamento. Segundo ele, a ideia é orientar gestores do SUS sobre a política de saúde mental, o que passa por abordar o uso da eletroconvulsoterapia.

O Conselho Municipal de Saúde declarou estar surpreendido pela Nota Técnica, publicada pelo Ministério da Saúde, que incentiva o retorno dos manicômios e, ao mesmo tempo, libera a compra de aparelhos de eletroconvulsoterapia.

“As pessoas com problemas mentais estão sendo cuidadas por suas famílias, reintegradas à comunidade. Isso é um retrocesso absurdo. Essas clínicas saqueavam o Estado com as internações. É preciso que a sociedade diga não a esse retorno à Idade Média”, declarou o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Edivaldo Bernardo de Lima, em entrevista ao programa Antena Ligada desta quarta-feira, 6, na Rádio Trabalhador. 

 

*Com informações, Catraca Livre.

 

violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana