Menu
Busca Sáb, 25 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasil e Mundo

OMS reitera alerta contra flexibilização de isolamento sem queda em novos casos de Covid-19

05 junho 2020 - 14h05Por Reuters

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reiterou nesta sexta-feira alerta contra o afrouxamento das medidas de distanciamento social determinadas para conter o avanço do coronavírus sem que haja uma comprovada redução no número de novos casos da doença, em resposta a questionamento sobre recentes reaberturas de negócios e atividades no Brasil.

“Como já dissemos anteriormente, existem seis grandes critérios que estabelecemos para afrouxar as quarententas, e um deles é idealmente ter a transmissão em queda”, disse a porta-voz da OMS Margaret Harris quando questionada se a decisão de reabrir negócios no Brasil ocorre no momento certo, uma vez que o país tem registrado aumentos seguidos nos números de novas vítimas fatais da Covid-19.

 

A porta-voz acrescentou que, além da redução do ritmo de contágio, também deveriam ser levados em conta critérios como capacidade de testagem e de identificação de contatos de pessoas contaminadas, assim como a preparação dos sistemas de saúde para tratamento de doentes.

O Brasil registrou na quinta-feira mais 1.473 mortes por coronavírus em 24 horas, elevando o total para mais de 34 mil e levando o país a ultrapassar a Itália e se tornar o terceiro do mundo com maior número de vítimas fatais em decorrência da Covid-19.

 

O país é o segundo do mundo em número de casos, com quase 615 mil infeccções confirmadas pelo Ministério da Saúde, atrás apenas dos Estados Unidos, mas tem neste momento a maior taxa de aceleração da doença no mundo, uma vez que quase diariamente registra mais casos e mortes do que os EUA.

Apesar disso, diversos governos municipais e estaduais têm anunciado planos para afrouxar as medidas de distanciamento social no Brasil diante da pressão econômica provocada pela paralisação das atividades, o que levou especialistas alertarem para o risco de um agravamento da situação. [nL1N2DG1OM]

A porta-voz da OMS também reiterou que a situação da Covid-19 na América Latina é “profundamente preocupante”.

Texto de Pedro Fonseca; Edição e Alexandre Caverni

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS
Geral
Anatel aprova leilão da exploração do acesso móvel na tecnologia 5G
Inclusão
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência
Campo Grande
Preso em ação contra corrupção em MS era o 'braço direito' do ex-prefeito e 'quem assinava os cheques', diz polícia
Operação Policial
Polícia Federal faz operação para combater fraude no INSS do Amazonas
Campo Grande
Ameaça de delação de Gilmar Olarte causa 'espanto', afirma procurador-chefe do MP