Menu
Busca Qua, 27 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Campo Grande

Tem um ridículo na prefeitura!

A população sofre com a falta de gestão.

31 março 2020 - 17h00Por Ideal News

Impossível buscar as vacinas quando se aguarda, um único idoso, por sete minutos sem ser atendido. A profissional na sala, mas não atende, sequer obedece o que está na porta. Bata e aguarde

 

Está ridícula a campanha  do prefeito Marquinhos Trad, pior é o atendimento das Unidades Básicas de Saúde. Vamos até lá e, num primeiro momento, pela manhã, somos informados que as vacinas do H1N1 serão disponibilizados apenas no dia posterior.

Depois somos informados que as vacinas estão disponíveis ainda à tarde. Bom, vamos lá. Recebemos um papelzinho e nos informam para nos dirigirmos à sala de vacinas. Ótimo, não tem ninguém aguardando, mas ninguém nos atende. Entra outra servidora da saúde que fica conversando, e o paciente na espera. E, nada.

Que o prefeito já definiu sua incompetência, isso é público e notório. Que ele, em ano eleitoral vai atrás de verbas, público e notório, Que não consegue definir o pagamento dos servidores e vem estendendo e parcelando o pagamento, é público e notório. Mas, por que fazer panelaço pelos profissionais da saúde quando sequer eles atendem ao público. Público? Uma pessoa, uma simples vacina.

O que é isso?

Querem responsabilizar o prefeito, que o façam da maneira certa. Se os servidores da saúde e Que vergonhada educação votarem em candidatos gabaritados, teremos uma saúde melhor. Mas, e volta o mas, enquanto venderem cargos e salários pelo simples voto postado nas urnas, numa chantagem entre servidores e usuários, estaremos assim.

Vale a pena lutar por uma categoria que deveria ser voltada para amparar e curar paciente e, no entanto se preocupa mais em fazer escambo de tratamento em troca de votos? Difícil.

E, então, senhor prefeito, coloca tendas e fecha ruas principais, quando poderia utilizar os estacionamento das Unidades de Saúde, ruas transversais, para o quê? Aparecer na mídia? Colocar as tendas sem proporcionar vacinas, sem atendimento?

É um ciclo macabro; eu não pago, não dou insumos... Faço de conta que pago e vocês fazem de conta que recebem. É isso?

Faz de conta que se preocupa com a população, mas se abaixa até mostrar... para aqueles que suprem suas campanhas?

Não me venha dizer que nosso dinheiro vai sustentar as campanhas políticas de forma equânime, sabemos que o Caixa Dois É e sempre será uma realidade.

Defendo a Saúde e os profissionais que atuam na área, mas uns poucos envergonham toda a categoria. Hoje fui vítima disso.

Por jornalista Dirceu Martins

racismo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ms
Governador em exercício Paulo Corrêa cumpre agenda em três municípios, onde vistoria e lança obras
Tempo
Quarta-feira típica de verão em Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Presidente da Alems, Paulo Corrêa assume como governador em exercício de MS, nas férias de Reinaldo Azambuja
Campo Grande
Dono de hotel é detido com droga e dinheiro no centro
Campo Grande
Agentes da PRF interceptam carga de 9,5 tonelada de maconha na MS-276
Campo Grande
Onça solta no Pantanal já se alimentou e até atravessou o Rio Paraguai a nado
Covid 19 em MS
MS registra 1.047 novos casos; outros 5,2 aguardam encerramento
Marido matou esposa com 17 tiros após churrasco de família em fazenda de MS
Campo Grande
Quatro presos fogem do presídio de segurança Máxima de madrugada
Três Lagoas
Homem agride companheira e é preso por menina.